Pyongyang prossegue com os testes de mísseis apesar das sanções internacionais
FOTO: KCNA

A Coreia do Norte não vai atacar Guam... pelo menos para já

Parece ser um passo atrás na escalada de tensões na zona da Coreia do Norte, com Kim Jung-un a descartar a possibilidade de atacar a pequena ilha norte-americana de Gaum, no Oceano Pacífico.

Pelo contrário, Kim Jong-un vai ficar atento "ao comportamento louco e estúpido dos Yankees", ganrante a KNCA, a agência de notícias estatal.

O secretário da defesa norte-americano, Jim Mattis, avisou recentemente que um ataque da Coreia do Norte a terreno norte-americano "rapidamente poderia transformar-se em 2010".

Os ensaios anuais em conjunto com os aliados começam a 21 de agosto, algo que Pyongyang sempre viu como preparativos para a guerra.

No entanto, caso Pyongyang sinta que um "ataque demolidor" está iminente, poderá escolher disparar primeiro, de acordo com Euan Graham, analista de segurança do Instituto para a Política Internacional de Lowy.

Quem não parece muito preocupado com  troca de acusações de parte a parte são os próprios habitantes de Guam. Os mesmos têm mantido as suas vidas como se nada se passasse.

Veja também
Também tem uma história para contar?
Queremos saber!