Kim Jong-Un assiste ao lançamento do míssil
[Reuters]

Pyongyang avisa que "provocação" dos EUA pode começar uma guerra nuclear

Redação SPOT+

A Coreia do Norte parece estar pronta para iniciar uma guerra com os Estados Unidos. A imprensa oficial da República Popular Democrática da Coreia descreveu o envio de dois aviões bombardeiros norte-americanos para a península coreana como uma “provocação” e alerta que estas decisões “podem causar uma guerra nuclear”.

Este sábado chegaram dois bombardeiros estratégicos B-1B à península, em resposta ao lançamento de míssil balístico intercontinental por parte da Coreia do Norte no dia 6 de julho. A data foi marcada como uma cerimónia solene em Pyongyang e o evento contou com mais de 300 mil pessoas a aplaudirem o novo míssil.

Os aviões norte-americanos têm levado a cabo alguns simulacros de ataques de precisão no território sul-coreano em conjunto com caças deste país, algo que não tem agradado o governo de Kim Jong-Un.

A imprensa norte-coreana avisou que a estratégia dos Estados Unidos pode mesmo atear uma guerra.

Veja também
Também tem uma história para contar?
Queremos saber!