Whisky
Foto: Pexels

Já existe uma forma de saber se o whisky é falsificado

Estas são boas notícias para um bom apreciador desta bebida alcoólica: foi desenvolvido um método que permite saber todos os detalhes do whisky. 

Um dos maiores pesadelos dos apreciadores desta bebida é a sua falsificação. Para combater esta preocupação, um grupo de cientistas desenvolveu uma espécie de "língua artificial" que foi testada em 33 whiskeys diferentes. 

Na verdade, este método trata-se de um conjunto de soluções químicas, às quais a bebida é adicionada, e através dos corantes e das respetivas alterações é possível ver os detalhes da marca, idade, país de origem e se é puro malte, boubon ou mistura. 

O whisky fica classificado de acordo com a qualidade que apresenta, depois de ter sido submetido a uma combinação de 22 corantes fluorescentes.  

Isto pode ser utilizado para detetar whiskeys falsos. Se comprar uma caixa de whiskeys caros, pode testar se eles realmente são aquilo que você acha“, diz Uwe Bunz, mentor do projeto da Universidade Heidelberg, na Alemanha.

Sendo das bebidas mais apreciadas no mundo inteiro, o consumo deve ser moderado devido ao elevado teor alcoólico. 

Veja também
Também tem uma história para contar?
Queremos saber!