BB
Facebook HSUS

Cadela presa em gaiola consegue voltar a confiar nos humanos

Uma cadela que viveu aprisionada dentro de uma gaiola, desde que tinha nascido, está finalmente a dar os primeiros passos fora da cave onde foi encontrada. A dedicação dos voluntários da Humane Society of the United States (HSUS) fez com que este pequeno poodle, B.B., aprendesse a correr e a conviver com os humanos.

A associação encontrou o animal em setembro de 2016, depois de ter recebido uma denúncia. Quando chegaram à casa onde B.B. estava aprisionada, na Carolina do Norte, EUA, os voluntários não queriam acreditar no que viam.

A cadela estava presa numa pequena gaiola, encerrada numa cave, desde que tinha nascido.

“Era muito pequena e parecia uma criatura indefesa. Metia dó. Estava com um medo de morte”, contou Jessica Lauginiger, da HSUS, ao jornal Dodo.

Jessica ficou com tanta pena do animal que decidiu levá-lo para casa. Contudo, a voluntária não esperava que as dificuldades de adaptação de B.B. fossem tão grandes. Depois de ter passado uma vida inteira aprisionada dentro da gaiola, a cadela não interagia com os humanos nem percebia como devia comportar-se fora da cave.

“Coloquei a B.B. no chão e ela começou a andar aos círculos – sem correr, só a andar. Acho que é tudo aquilo que sabia fazer. Não sabia o que o sol era, nem o que era a relva. Tinha muito medo destas coisas”.

Mas, aos poucos, B.B. começou a habituar-se à vida com Jessica e atualmente até já sabe correr.

“Corre pela casa. Está finalmente a sair do seu casulo. É a minha pequena princesa”.

 

 

Veja também
Também tem uma história para contar?
Queremos saber!