Lontra
Reprodução: Taronga Zoo

Esta lontra sobreviveu contra todas as expectativas

Uma pequena lontra está a ganhar um lugar especial no Taronga Zoo, em Sydney, Austrália, depois de ter superado todas as probabilidades de sobrevivência. Intan conseguiu resistir a uma cesariana, que fazia prever que a cria morresse antes de nascer.

Os tratadores do jardim-zoológico tiveram de submeter a mãe de Intan a uma cesariana de emergência para tentar salvar os três bebés que carregava no ventre, uma vez que a lontra teve alguns problemas ao entrar em trabalho de parto.

“Infelizmente, duas das três crias não sobreviveram, mas conseguimos ressuscitar a terceira cria, que teve a capacidade de amamentar passadas algumas horas do nascimento”, referiu o veterinário Frances Hulst, num comunicado do Taronga Zoo.

Intan, cujo nome significa “diamante” na língua indonésia, passou o primeiro teste de sobrevivência, mas teve ainda de passar por outras provações, a que os tratadores temiam que não resistisse. A cria teve de passar dez semanas numa incubadora para conseguir viver.

Os responsáveis pelo jardim-zoológico divulgaram agora uma foto da lontra, com três meses.

“É muito curiosa, mas ainda muito dependente da mãe e do pai para tudo. Os progenitores começaram a encorajá-la a ir para a água, nadam ao lado dela e ensinam-lhe a mergulhar”.

A reprodução das lontras em cativeiro é um processo moroso e muitas vezes infrutífero. Intan é a primeira lontra a sobreviver ao nascimento no Taronga Zoo, nos últimos 15 anos.

Veja também
Também tem uma história para contar?
Queremos saber!